Apoios ao empreendedorismo

Apoios ao empreendedorismo

orientação financeira

Para criar o seu próprio negócio, é inevitável que invista capital para poder alavancá-lo. Saiba que em Portugal existem várias formas de obter apoios, incentivos e financiamento para concretizar a sua ideia. Veja quais são as plataformas e programas disponíveis e como aceder-lhes.

Programas do IEFP

O Programa de Apoio ao Empreendedorismo e à Criação do Próprio Emprego destina-se a pessoas em situação de desemprego que apresentem um projeto que origine, pelo menos, a criação do seu próprio emprego.

O Programa Investe Jovem destina-se a promover a criação de empresas por parte de jovens desempregados.

Saiba mais sobre estes programas aqui.

Entidades Prestadoras de Apoio Técnico

Apesar de não prestarem apoio financeiro, estas entidades credenciadas pelo IEFP podem ajudar com questões relacionadas com a estruturação do projeto, na mitigação de riscos do negócio, na angariação de fontes de financiamento e na sustentabilidade, desenvolvimento e consolidação dos seus projetos.

Saiba mais sobre os apoios prestados por estas entidades aqui ou procure a EPAT mais próxima de si, neste documento.

Apoios e incentivos públicos ou comunitários

São apoios resultantes de parcerias entre Portugal e a Comissão Europeia, e de medidas de incentivo à criação de empresas e do próprio emprego.

Stand Up, Start Up e Scale Up

Conjunto de incentivos e programas de apoio desenvolvidos pelo IAPMEI com o objetivo de reforçar e dinamizar o ecossistema empreendedor nacional.

Pode saber mais sobre estas medidas aqui.

Family, friends and fools

Significa recorrer a pessoas singulares que nos são próximas próximas – família, amigos e tolos –, que estão disponíveis para ajudar a financiar um negócio que implique um baixo investimento, e queiram também obter algum retorno.

Empresas de capital de risco

Estas empresas financiam negócios, apoiando o seu desenvolvimento e crescimento. É uma das principais fontes de financiamento para jovens empresas, startup e investimentos de risco com elevado potencial de rentabilização.

Business angels

O business angel é um investidor particular que aplica de forma direta, ou através das suas empresas, o seu próprio dinheiro. Investe sobretudo em empresas nascentes ou seed capital, sem que exista uma relação familiar envolvida.

Empréstimo bancário

Empréstimo ou crédito bancário consiste na disponibilização de dinheiro por parte de uma instituição bancária a um cliente, que se compromete em devolver a totalidade do valor emprestado, ao qual acrescem juros, dentro do prazo estabelecido por ambas as partes.

Leasing

É um contrato realizado entre o locador (a empresa de leasing) e o locatário. O segundo paga uma renda ao primeiro pela utilização temporária de um bem móvel ou imóvel, que poderá ser comprado no final do prazo estipulado em contrato, por um valor residual e pré-determinado.

Microcrédito

Tem como objetivo apoiar o empreendedorismo e a criação do próprio emprego através do concedimento de empréstimos a pessoas que não conseguem obter outro tipo de financiamento junto das instituições bancárias, devido à sua reduzida capacidade de endividamento.

Garantia mútua

É  um sistema privado, de carácter mutualista, de apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Consiste na prestação de garantias financeiras para facilitar a obtenção de crédito em condições adequadas aos investimentos e ciclos de atividade das empresas.

Crowdfunding

É uma forma de obter capital através da colaboração de uma comunidade anónima, que faz doações em troca de algo relacionado com o projeto que é apresentado na plataforma.

Pode consultar aqui plataformas de crowdfunding em Portugal. Conheça também algumas das plataformas internacionais. Saiba mais sobre crowdfunding neste site.

Equity crowdfunding

À semelhança do crowdfunding, é um sistema de financiamento coletivo através de plataformas online. Como contrapartida, os investidores ficam com uma participação na empresa.

Peer to peer lending

Também conhecido como bolsas de empréstimo, são plataformas de financiamento colaborativo por empréstimo, que oferecem uma alternativa de financiamento de baixo custo para micro e pequenas empresas com pelo menos dois anos de atividade e uma situação financeira e tributária regular.

Competições de startups

As competições para startups são uma forma prática de angariar capital para desenvolver o seu negócio. Vocacionadas para startups com uma forte vertente inovadora, estas iniciativas chamam também a atenção de potenciais investidores. Os prémios podem estar associados a programas de aceleração, capital de risco ou recompensas monetárias sem contrapartidas.

Caso necessite de ajuda para saber como recorrer a estes ou outros apoios, contacte-nos.